Hospitais particulares do Rio têm menos de 5% dos leitos de Covid-19 ocupados

Ocupação na rede privada atinge menor patamar da pandemia, afirma Associação de Hospitais do Estado do Rio de Janeiro

Mulher recebe dose da vacina Pfizer-BioNTech contra Covid-19 em Berlim
Mulher recebe dose da vacina Pfizer-BioNTech contra Covid-19 em Berlim CNN/Reprodução

Lucas JanoneBeatriz Puenteda CNN

Rio de Janeiro

Ouvir notícia

A taxa de ocupação de leitos de UTI dedicados a atender pacientes com Covid-19 nos hospitais particulares do Rio de Janeiro chegou no menor patamar desde o início da pandemia. Dados divulgados, nesta terça-feira (23), pela Associação de Hospitais do Estado do Rio de Janeiro (Aherj) mostra que menos de 5% das vagas para tratar pessoas com coronavírus na rede privada estão ocupadas.

 

Segundo o diretor da Aherj, Graccho Alvim, a maioria dos hospitais particulares do estado fluminense já desativou as alas especializadas para o tratamento de Covid-19. Ele garante que 90% dos testes RT-PCR solicitados na rede privada apresentam resultado negativo para o vírus.

“Os hospitais privados em relação à covid 19 estão com ocupação bem baixa. Nas emergências, temos poucos atendimentos com suspeita da doença e a maioria dos serviços já desativaram alas Covid. Neste momento a situação com relação à Covid é bastante confortável em todo o estado. Obviamente todas as síndromes gripais entram no radar de Covid, mas a maioria dos testes solicitados estão vindo com resultados negativos. O Rio tem um excelente momento. O melhor de toda a pandemia”, disse Graccho Alvim à CNN.

Rede municipal não tem pacientes internados por Covid-19

Já na rede municipal do Rio de Janeiro não há mais pacientes internados por conta da doença, segundo a prefeitura da capital fluminense. Todos os casos da rede pública da cidade são encaminhados para o Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas (INI/Fiocruz), que será referência no tratamento da doença.

Novembro é, até agora, o mês com menos óbitos e casos registrados na capital, desde o início da pandemia. Em todo o estado, foram registrados quatro óbitos nas últimas 24 horas. Na cidade do Rio a cobertura vacinal com as duas doses ou dose única já atinge 76,7% da população. Em todo o estado, 67% das pessoas já estão completamente imunizadas.

Mais Recentes da CNN