Alcolumbre não tem respondido a contatos de André Mendonça

Desde encontro com o presidente Jair Bolsonaro, na semana passada, o parlamentar submergiu e evita conversar até mesmo com antigos aliados

Teo CuryGustavo Uribeda CNN

de Brasília

Ouvir notícia

Nos últimos três meses, desde que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) oficializou a sua indicação ao STF (Supremo Tribunal Federal), o senador Davi Alcolumbre (DEM-AP) não respondeu aos contatos do ex-ministro da Justiça André Mendonça.

Segundo relatos feitos à CNN, o indicado de Bolsonaro para a vaga de Marco Aurélio Mello enviou mensagens e tentou contato telefônico com o presidente da CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) do Senado Federal, mas não obteve retorno até o momento.

Alcolumbre tem resistido a marcar a sabatina de Mendonça na comissão parlamentar. A indicação de seu nome foi feita há três meses, no dia 12 de julho. Esta é a maior demora de um presidente da CCJ em marcar a sabatina de um indicado à Suprema Corte.

No período, Mendonça teve conversas e encontros com 76 dos 81 integrantes do Senado Federal, incluindo parlamentares de oposição, como do PT e do PSB. Além de Alcolumbre, o indicado à Suprema Corte ainda não se reuniu com nomes como Renan Calheiros (MDB-AL) e Jorge Kajuru (Podemos-GO).

Na semana passada, Alcolumbre se reuniu com Bolsonaro. No encontro, segundo relatos feitos à CNN, o senador sinalizou que marcaria a sabatina caso o presidente fizesse acenos públicos de apoio ao parlamentar.

Na quinta-feira (21), durante a inauguração de uma obra em São José de Piranhas (PB), após o encontro, Bolsonaro elogiou o presidente da CCJ.

“Com o Davi Alcolumbre não tive problemas no Senado. Quase tudo que nós precisamos, aprovamos lá. Eu agradeço ao Davi por esses dois anos que ele esteve à frente do Senado”, disse Bolsonaro.

Até o momento, no entanto, o senador não marcou a data da sabatina de Mendonça para a Suprema Corte. A expectativa de aliados de Mendonça é a de que ela seja promovida na segunda quinzena de novembro.

Desde a reunião com o presidente, Alcolumbre submergiu. Segundo aliados do senador, ele não tem respondido aos contatos nem mesmo de antigos aliados, que o procuraram para tratar sobre o tema.

Mais Recentes da CNN