Prefeitura de São Paulo espera anunciar réveillon no início de dezembro

A realização dos eventos, segundo a gestão municipal, está condicionado ao quadro e ao 'entendimento das autoridades de saúde pública e sanitária'

Réveillon na Avenida em São Paulo, na virada entre 2019 e 2020
Réveillon na Avenida em São Paulo, na virada entre 2019 e 2020 Marcelo Pereira/SECOM

Bianca Camargoda CNN

São Paulo

Ouvir notícia

A Prefeitura de São Paulo está avaliando a realização da festa de Réveillon, diante do cenário epidemiológico e assistencial do coronavírus na cidade. A realização dos eventos, segundo a gestão municipal, está condicionado ao quadro e ao “entendimento das autoridades de saúde pública e sanitária”.

O secretário municipal de Saúde, Edson Aparecido, afirmou à CNN que uma análise dos indicadores poderá ser feita ainda no início de dezembro.

Como o município está com os índices reduzidos de internação, e a vacinação avança “velozmente”, a Prefeitura projeta que 95% da população acima de 12 anos esteja completamente imunizada até lá, “e aí estarão dadas as condições ideais para a realização desses eventos com segurança aqui na cidade de São Paulo.”

Segundo Aparecido, “há a ideia” de divulgar a definição do uso de máscaras em locais abertos e a execução dos eventos públicos no dia 5 de dezembro.

 

Por meio de nota, a Prefeitura da cidade afirmou que “a Prefeitura de São Paulo, por meio da SPTuris, informa que o Réveillon já está sendo planejado e a realização do evento está condicionada ao quadro epidemiológico relativo à pandemia de Covid-19.”

Neste momento, há 97,15% da população adulta completamente imunizada com as duas doses ou a dose única da Janssen na cidade de São Paulo. Em relação aos adolescentes, 21,78% estão com o esquema completo.

Mais Recentes da CNN