Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Trump é vaiado após revelar que recebeu dose de reforço contra a Covid-19

    Afirmação foi feita durante evento em Dallas, no Texas, e vídeo foi compartilhado nas redes sociais

    O presidente dos EUA, Donald Trump, e a primeira-dama, Melania, em Cleveland
    O presidente dos EUA, Donald Trump, e a primeira-dama, Melania, em Cleveland Foto: Carlos Barria - 29.set.2020 / Reuters

    Dan Mericada CNN

    Ouvir notícia

    O ex-presidente dos Estados Unidos Donald Trump foi vaiado por parte de uma plateia em Dallas, no Texas, no domingo (19), quando disse que havia recebido a dose de reforço da vacina contra a Covid-19 , de acordo o vídeo do evento, fechado à imprensa, compartilhado nas redes sociais.

    Os comentários de Trump – que, apesar de defender os esforços de seu governo para desenvolver vacinas contra a Covid-19, raramente fala sua própria vacinação e em grande parte se recusou a encorajar outras pessoas a tomá-la – foram feitos durante uma parada de sua turnê com o ex-apresentador da Fox News, Bill O ‘ Reilly.

    De acordo com o vídeo tweetado por O’Reilly’s, o ex-apresentador da Fox News diz: “Tanto o presidente quanto eu estamos vacinados” e então pergunta a Trump: “Você conseguiu a dose de reforço?”

    “Sim”, Trump diz para um punhado de vaias na plateia. “Não, não, não, não, não”, diz Trump no vídeo, aparentemente tentando acalmar as vaias. “Tudo bem, é um grupo muito pequeno ali.”

    A CNN contatou um porta-voz de Trump para obter mais detalhes sobre a decisão do ex-presidente de obter a dose de reforço.

    Em um vídeo mais longo posteriormente tuitado pelo site de O’Reilly, Trump avisa os apoiadores que eles estão “fazendo o jogo certo” quando dispensam as vacinas e não levam o crédito por elas.

    “Olha, nós fizemos algo que foi histórico, salvamos dezenas de milhões de vidas em todo o mundo. Nós, juntos, todos nós, não eu”, diz Trump no vídeo, que vem logo antes de Trump receber as vaias.

    Ele prossegue dizendo que a Covid-19 iria “devastar o país muito além do que faz agora” se as vacinas não tivessem sido desenvolvidas. “Assuma o crédito por isso. É ótimo. O que fizemos é histórico. Não deixe que eles tirem isso. Não tire de nós mesmos”, diz Trump.

    “Você está fazendo o que eles querem quando tipo, ‘ah, a vacina’. Se você não quiser aceitar, não deve ser forçado a aceitar. Sem obrigações. Mas aceite o crédito, porque salvamos dezenas de milhões de vidas. Não deixe que eles tirem isso de você. ”

    Pessoas não vacinadas enfrentam um risco 10 vezes maior de teste positivo e 20 vezes maior de morrer de Covid-19 do que pessoas totalmente vacinadas que também receberam uma dose de reforço, de acordo com dados publicados recentemente pelos Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos.

    Pessoas não vacinadas enfrentam um risco cinco vezes maior de teste positivo para Covid-19 e risco 14 vezes maior de morrer de Covid-19 do que pessoas totalmente vacinadas, de acordo com os dados do CDC.

    Trump, que contraiu a Covid-19 enquanto presidente, recebeu sua primeira vacina fora da vista da imprensa antes de deixar o cargo. A CNN noticiou meses depois que sua vacinação não foi registrada por fotógrafos oficiais, segundo uma fonte.

    Trump disse em uma entrevista ao Wall Street Journal, publicada em setembro, que era improvável que ele recebesse a dose de reforço, dizendo que se sentia “bem sobre esse ponto de vista” e “provavelmente não” receberia o reforço.

    “Verei sobre isso mais tarde”, acrescentou. “Não sou contra, mas provavelmente não é para mim.”

    Esta não é a primeira vez que Trump é recebido com vaias ao falar sobre vacinas. “Eu acredito totalmente na sua liberdade. Eu acredito. Você tem que fazer o que você tem que fazer. Mas eu recomendo, tome as vacinas. Eu fiz isso. É bom. Tome as vacinas”, disse Trump em um evento no Alabama em agosto.

    Algumas pessoas na plateia responderam à declaração com vaias. “Não, tudo bem. Tudo bem”, disse Trump, aparentemente reconhecendo as vaias. “Você tem liberdade, mas por acaso tomei a vacina. Se não funcionar, você será o primeiro a saber, ok?”

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original

    Mais Recentes da CNN