Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Conjunção solar deve interromper comunicação entre a Terra e Marte a partir de hoje

    Este ano, a conjunção solar de Marte ocorre entre 2 e 16 de outubro. "Cada missão recebeu algum dever de casa para fazer até que tenham notícias nossas novamente", diz a Nasa

    Robô Perseverance recebeu um conjunto de comandos para que ele possa realizar atividades científicas sem 'aterramento no circuito'
    Robô Perseverance recebeu um conjunto de comandos para que ele possa realizar atividades científicas sem 'aterramento no circuito' NASA/JPL-Caltech

    Ashley Stricklandda CNN

    Ouvir notícia

    As coisas estão prestes a ficar um pouco monótonas entre a Nasa e sua frota de exploradores robóticos de Marte. Isso porque uma falha de comunicação está prevista para acontecer nos próximos dias, tudo graças ao sol.

    A conjunção solar de Marte ocorre entre 2 e 16 de outubro, e esse lapso de verificação entre a Terra e Marte ocorre por algumas semanas a cada dois anos, quando os dois planetas estão em lados opostos do sol.

    As equipes da Nasa que gerenciam as missões a Marte param de enviar comandos aos orbitadores e rovers na superfície marciana até meados de outubro, mas isso não significa que toda a exploração do planeta vermelho será interrompida.

    “Embora nossas missões a Marte não sejam tão ativas nas próximas semanas, elas ainda nos informarão sobre seu estado de saúde”, disse Roy Gladden, gerente da Mars Relay Network, o Laboratório de Propulsão a Jato da Nasa em Pasadena, Califórnia. “Cada missão recebeu algum dever de casa para fazer até que tenham notícias nossas novamente.”

    O sol é como um grande obstáculo às comunicações, expelindo gás quente e energizado de sua atmosfera externa para o espaço. Quando Marte e a Terra estão em lados opostos do Sol, esse gás solar pode interferir nos sinais de rádio que a Nasa usa para se comunicar com seus exploradores robóticos marcianos.

    Se os engenheiros tentarem enviar comandos para qualquer espaçonave marciana durante esse tempo, as mensagens podem se confundir – e essa aposta não vale o risco de possíveis mensagens corrompidas que poderiam colocá-los em perigo.

    Em vez disso, os robôs estão recebendo listas de comandos simples antes do evento solar que os manterão bastante ocupados. Dessa forma, eles podem navegar no piloto automático sem a necessidade de aguardar mais instruções durante o blecaute de comunicação.

    Mas não espere que os veículos espaciais façam um passeio de alegria ou que o helicóptero Ingenuity voe pelos os céus marcianos.

    Os dois rovers, Perseverance e Curiosity, encontraram alguns lugares confortáveis ​​para estacionar. O helicóptero Ingenuity está localizado a 575 pés (175 metros) de distância do Perseverance e enviará atualizações sobre como está o rover a cada semana.

    Os dois podem fazer companhia um ao outro em Marte, já que não falarão com suas equipes na Terra.

    A Perseverance usará seu instrumento MEDA, ou “Medidor de Dinâmica Ambiental em Marte”, do inglês Mars Environmental Dynamics Analyzer, para controlar o clima, executar seu instrumento de radar RIMFAX, ouvir sons com seus microfones e usar câmeras para procurar redemoinhos de poeira.

    No entanto, o rover nem mesmo moverá seu mastro – o que é como virar a cabeça – para fazer qualquer uma dessas coisas.

    Curiosity tem um conjunto semelhante de tarefas de casa, usando instrumentos ligeiramente diferentes.

    O módulo de aterrissagem InSight, que já é estacionário por natureza, usará seu sismômetro para ouvir abalos no solo.

    Os três orbitadores da Nasa em Marte, incluindo Odyssey, MAVEN e Mars Reconnaissance Orbiter, continuarão coletando observações do planeta de cima enquanto coletam dados das missões de superfície que podem mais tarde ser enviados de volta à Terra.

    A agência espera que uma pequena quantidade de dados retorne à Terra durante a conjunção solar, mas a distribuição da maioria dos dados será salva até o fim do evento. Portanto, se você gosta de assistir ao fluxo constante de imagens brutas que chegam dos rovers ou do InSight a cada semana, precisará esperar até que o sol não esteja mais entre a Terra e Marte.

    As equipes irão analisar as informações enviadas de volta pela espaçonave marciana para a Terra usando antenas de rádio da Nasa antes das missões retomarem suas operações normais após o evento. Isso garante que, se algum dado for corrompido, ele poderá ser reenviado.

    “Já enviamos ao Perseverance um conjunto de comandos para que ele possa realizar atividades científicas sem ‘aterramento no circuito’, o que significa que eles não representam nenhum risco para a segurança do rover e a equipe não precisará verificar se foram concluídos com sucesso a cada dia”, escreveu Melissa Rice, professora associada de ciência planetária na Western Washington University e planejadora de longo prazo da equipe científica do rover, em uma atualização.

    “A conjunção solar também é uma oportunidade para recuarmos e refletirmos. Em nossas operações do dia-a-dia, é fácil ficar profundamente envolvido com as questões técnicas da missão e perder de vista a profundidade de operar um robô em um mundo estranho”, disse.

    O Perseverance está atualmente na região sul de Séítah da Cratera de Jezero, onde provavelmente fará sua próxima tentativa de coleta de amostras após a conjunção.

    A conjunção dará ao helicóptero Ingenuity uma pausa muito necessária. O que começou como uma demonstração de tecnologia se transformou em um burro de carga aéreo, completando 13 voos desde abril – quando foi projetado para voar apenas cinco vezes.

    A equipe do Ingenuity está tentando preparar o helicóptero para voar com uma velocidade mais alta conforme as estações do ano mudam em Marte, causando a diminuição da densidade atmosférica.

    O pequeno helicóptero realizou com sucesso um teste de rotação de alta velocidade em 15 de setembro, mas abortou sua tentativa de vôo de teste em 18 de setembro.

    A equipe ainda tenta descobrir por que isso ocorreu , mas pode ser devido ao desgaste da programação de voos ativa do Ingenuity desde abril.

    “Temos uma série de ferramentas disponíveis para trabalhar com a anomalia e estamos otimistas de que vamos superá-la e voltar a voar novamente em breve”, escreveu Jaakko Karras, chefe de operações adjunto da Ingenuity Mars Helicopter no JPL, em uma atualização.

    A equipe irá verificar o Ingenuity após a conjunção para começar a planejar seu 14º vôo e ver como o helicóptero lidou com duas semanas de paralisação.

    Enquanto isso, desejamos às equipes missionárias na Terra um pouco de descanso e diversão, sem supervisão, mas com férias responsáveis ​​em Marte para os robôs.

    Mais Recentes da CNN