Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Veja o desempenho das principais criptomoedas em abril; apenas duas tiveram alta

    Principais destaques positivos foram apecoin e monero, enquanto do lado negativo ficaram as moedas digitais waves e axie infinity

    Apecoin subiu 63,37% em abril e o monero teve valorização de 4,19% no mesmo período
    Apecoin subiu 63,37% em abril e o monero teve valorização de 4,19% no mesmo período Quantitatives.io/ Unsplash

    Artur Nicocelido CNN Brasil Business

    em São Paulo

    Ouvir notícia

    Um levantamento realizado pela QR Asset Management apontou que as criptomoedas apecoin e monero foram as únicas moedas digitais com mais de US$ 1 bilhão em valor de mercado que apresentaram uma alta no acumulado de abril. Enquanto as criptos waves e axie infinity tiveram desvalorização de mais de 50% no mesmo período.

    Em primeiro lugar, o apecoin subiu 63,37% no último mês. O principal motivo para a forte alta foi seu lançamento funcionar como um airdrop, quando um investidor proprietário de um ativo tem direito a receber outro.

    O token foi listado em grandes exchanges e terminou o 1º trimestre com uma capitalização superior a US$ 4 bilhões.

    Os detentores dos NFT’s da Yuga Labs poderão jogar uma espécie de RPG usando suas artes virtuais como avatares. E quem não ficou elegível para tal, teve que compram um apecoin para participar de um leilão que aconteceu em 30 de abril.

    “A corrida para a compra da criptomoeda puxou o preço do ativo para cima”, afirma, Theodoro Fleury, gestor da QR Asset Management. À época, o leilão movimentou US$ 317 milhões.

    Já o monero teve valorização de 4,19% em abril. O gestor da QR Asset Management explicou que o movimento positivo é resultado do “monerun”, uma espécie de corrida bancária provocada por entusiastas do protocolo.

    Por ser um ativo totalmente focado em privacidade, não existe um ledger (livro de registro onde ficam anotadas todas as transações de um blockchain).

    “Com isso, um grupo de entusiastas da moeda, alegando a suspeita de que as exchanges não teriam estoque suficiente para honrar os saques, lançou uma iniciativa para que detentores da moeda sacassem os tokens das exchanges para carteiras privadas”, explicou Fleury.

    Essa corrida sustentou os preços de Monero no mês e fez com que algumas exchanges suspendessem os saques da moeda em suas plataformas.

    Na contramão 

    No lado negativo, estão majoritariamente ativos que foram destaque de alta no mês anterior, como waves, THORchain e ethereum classic.

    Especificamente no caso da waves, o que pesou foi a suspeita de fraude. Após o protocolo da cripto lançar outra moeda digital, a neutrino dollar (USDN), um analista anônimo acusou-os de inflar artificialmente o preço de waves nos meses anteriores e apontou o risco de insolvência do neutrino em caso de queda acentuada da cotação da waves.

    “Com isso, houve um resgate significativo de Neutrino no mercado, o que gerou um  excesso de oferta de waves por conta do mecanismo algorítmico da stablecoin”, explicou o especialista.

    Para cada neutrino resgatado do protocolo, uma determinada quantidade de waves é emitida e consequentemente vendida no mercado. Ou seja, uma maior oferta e menor demanda puxou o preço da cripto para baixo.

    Já no caso do axie infinity, token de governança do jogo de mesmo nome, aconteceu uma invasão hacker na Ronin, blockchain própria do jogo (chamada tecnicamente de sidechain).

    “Por conta de um gerenciamento precário de chaves privadas, um hacker conseguiu furtar o equivalente a US$ 600 milhões, no que foi o maior furto a um protocolo até hoje, se considerado o valor dos ativos no momento do roubo”, disse Fleury. O roubo puxou a cotação da criptomoeda para baixo.

    Mais Recentes da CNN