Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Subway agora faz parte de grupo dono da Starbucks e TGI Fridays no Brasil

    Acordo, com validade de 20 anos, é o primeiro desse tipo para a Subway na América Latina

    Segundo a empresa, os clientes começarão a ver mudanças visíveis já a partir deste ano
    Segundo a empresa, os clientes começarão a ver mudanças visíveis já a partir deste ano Getty Images

    Sofia Kercherdo CNN Brasil Business*

    São Paulo

    Ouvir notícia

    Buscando ampliar a presença da marca no Brasil, o Subway – rede de restaurantes fast food – anunciou nesta quinta-feira (5) que assinou um contrato de franquia com a Southrock.

    Sob o acordo, que tem vigência inicial de 20 anos, a empresa adquirirá direitos exclusivos para gerenciar e desenvolver todas as unidades do Subway no mercado brasileiro.

    Esse não é o primeiro acordo do tipo para a Southrock. A companhia já possui experiência no ramo, sendo operadora licenciada de outras marcas conhecidas no país, como Starbucks e TGI Fridays.

    O acordo é o primeiro desse tipo para a Subway na América Latina.

    O que muda

    Segundo o CEO da Southrock, Ken Pope, a parceria busca aproveitar o conhecimento de marketing e produtos, e a força da marca Subway globalmente, e combinar com o conhecimento operacional local da Southrock.

    Para isso, a empresa tem ambições de adicionar unidades às 1.600 já espalhadas pelo país — expandindo também seu número de funcionários.

    Em entrevista exclusiva à CNN, Pope afirmou que “nós certamente prevemos um crescimento adicional de empregos no futuro, o que tem sido o caso das outras marcas que operamos no portfólio Southrock.”

    Além disso, a empresa busca conectar o Subway aos consumidores por meio de um uso mais eficaz da tecnologia, programas de marketing e de fidelidade. Elas “devem contribuir para uma experiência melhor do cliente do Subway no Brasil”, explica.

    As opções de entrega e pedidos online também serão ampliadas, por meio de uma estratégia focada na priorização do digital.

    As diretrizes adotadas fazem parte de um programa internacional do Subway chamado “Fresh Forward”. Uma nova abordagem no design da loja e da a experiência do cliente.

    Segundo a empresa, os clientes começarão a ver mudanças já a partir deste ano.

    ESG

    Questionados sobre as mudanças no comportamento de consumidores, que buscam cada vez mais entender as origens dos produtos e comportamentos sustentáveis e éticos das empresas, Ken Pope afirma que as chamadas Sustainability Iniciatives (práticas sustentáveis) serão um foco da empresa.

    “Estamos procurando uma abordagem sustentável de longo prazo para o desenvolvimento de lojas. E o desenvolvimento de produtos também levará naturalmente a lojas mais verdes, uma pegada de carbono menor e mais iniciativas relacionadas a ESG [ambiental, social e governança, da sigla em inglês]”, ressalta o CEO.

    Segundo Pope, a SouthRock possui metas ESG específicas para cada uma das marcas operadas dentro de seu portfólio. “Devido à presença nacional do Subway, isso significa que as comunidades locais em todo o Brasil terão um produto de impacto ESG muito positivo.”

    Mais franquiadas por aí?

    Sobre novas parcerias com outras empresas da indústria no Brasil, a SouthRock não tem nenhuma previsão.

    “Estamos focados em criar empregos, dar uma melhor experiência para o cliente, entregar produtos que consumidores adoram todos os dias”, finaliza Pope.

    “Temos certeza de que esta será uma parceria de longo prazo entre todas as partes e que os clientes certamente se beneficiarão com mais lojas mais próximas de suas casas.”

    *Sob supervisão Ana Carolina Nunes

    Mais Recentes da CNN