Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Bitcoin tenta se recuperar após estreia caótica como moeda legal em El Salvador

    Na terça (7), falhas tecnológicas dificultaram uso da criptomoeda, enquanto protestos de rua de cidadãos desconfiados estouraram no país

    El Salvador, 7 de setembro de 2021: manifestante segura faixa anti-bitcoin durante protesto contra a adoção da moeda como legal pelo governo
    El Salvador, 7 de setembro de 2021: manifestante segura faixa anti-bitcoin durante protesto contra a adoção da moeda como legal pelo governo Camilo Freedman/SOPA Images/LightRocket via Getty Images

    Reuters

    Ouvir notícia

    O Bitcoin curou suas feridas na quarta-feira (8), um dia depois de suas perdas mais pesadas em dois meses, quando a adoção histórica da criptomoeda por El Salvador como moeda legal causou caos online e nas ruas.

    A moeda foi negociada pela última vez a US$ 46.560,00 tendo sofrido um comércio selvagem no dia anterior, no qual atingiu uma alta de quase quatro meses de US$ 52.956,00 antes de cair 11,1%, sua maior queda desde 2 de junho.

    Analistas disseram que a queda acentuada aconteceu, em parte, por conta dos investidores que compraram o boato sobre El Salvador.

    “Acho que havia alguma expectativa crescendo antes desse evento (El Salvador), semelhante ao que vimos antes da cotação da Coinbase na Nasdaq”, disse Henrik Andersson, diretor de investimentos da Apollo Capital, um fundo de ativos criptográficos em Melbourne, Austrália.

    A certa altura da terça-feira (7), a moeda digital caiu até 18,6%, eliminando mais de US$ 180 bilhões do mercado.

    Foi um dia histórico para o Bitcoin, já que a experiência de El Salvador de torná-lo com moeda legal teve um início complicado.

    Falhas tecnológicas dificultaram seu uso, enquanto protestos de rua de cidadãos desconfiados estouraram no país centro-americano.

    Enquanto o bitcoin oscilava, o presidente salvadorenho Nayib Bukele disse que seu governo comprou 150 bitcoins adicionais na terça, no valor de cerca de US$ 7 milhões.

    “Isso ressaltou a dificuldade de tentar proteger o valor do Bitcoin como sua própria moeda”, disse Nana Otsuki, economista-chefe da Monex Securities. “A compra não pareceu o suficiente para conter a sua queda.”

    Em meio ao frenesi comercial, as principais bolsas de criptomoedas dos EUA, Coinbase Global Inc (COIN.O), Kraken e Gemini enfrentaram atrasos em algumas transações. Todos eles disseram que seus sistemas foram restaurados.

    Separadamente, o regulador de valores mobiliários dos EUA ameaçou processar a Coinbase Global se a criptografia continuar com os planos de lançar um programa que permite aos usuários ganhar juros emprestando ativos criptográficos.

    Mais Recentes da CNN